Conteúdo Orientações Tudo

5 principais problemas com o seu conteúdo de Digital Signage

conteúdo de digital signage
Escrito por Daniane Bergamini

O digital signage, ou sinalização digital, é a grande tendência da publicidade em substituição às tradicionais mídias estáticas usadas para propaganda. São inúmeros os benefícios deste tipo de mídia, como maior atratividade para o público, poder de segmentação da audiência e maior retenção da mensagem exibida. Porém, para tirar proveito destas vantagens, é necessário prestar atenção no conteúdo de sua tela.

O conteúdo de digital signage é o aspecto mais importante de um sistema de MDOOH. O consumidor pouco se importa com a marca da sua televisão, não faz ideia de qual player está sendo usado e muito provavelmente não sabe nem que existe um software de gerenciamento para a gestão da sua rede de telas. Ele só está interessado no conteúdo que está sendo exibido naquela TV, e caso ele não considere a sua programação relevante, simplesmente não lhe dará atenção.

Por isso, é fundamental que o operador de sinalização digital dê importância ao conteúdo que está sendo exibido na sua rede de telas. Listaremos neste post 5 problemas comumente observados nas telas de mídia digital out of home do mercado.

Os 5 problemas do seu conteúdo de digital signage

Conteúdo estático

De que adianta ter um mini-PC ou um player poderoso para a exibição de vídeos se você ainda produz conteúdo estático? Para isso, seria mais prático produzir um material gráfico tradicional, que teria o mesmo efeito a um custo reduzido. E isto vale tanto para o operador das telas, que vai inserir conteúdos informativos e chamativos para deixar a programação relevante, quanto para o anunciante, que precisa ganhar a atenção do espectador para observar seus produtos e serviços.

Já mostramos estudos que provam que o movimento chama a atenção das pessoas, e esta é uma característica inerente ao ser humano, conhecida como atenção involuntária. Segundo Daniela Regina da Silva em seu livro Psicologia Geral e do Desenvolvimento, a atenção involuntária é um tipo de atenção mediada por processamento automático das informações e não requer controle consciente do indivíduo. Ela é estimuladas por fatores como: cor, intensidade, tamanho, repetição e movimento.

Use esta característica a seu favor, invista em conteúdo dinâmico que vai chamar a atenção e entreter o público consumidor. O conteúdo de digital signage produzido deve se assemelhar a uma propaganda de televisão e não a um pôster de outdoor.

Layout ruim

O design de seu conteúdo é o principal elemento de diferenciação de sua marca. É o elemento chave que irá influenciar a percepção do anunciante e do espectador sobre seu produto.

Repare no exemplo abaixo. O layout é sobrecarregado de informações, com letras minúsculas, estático e confuso. Dificilmente chamará a atenção do público do local.

bad_layout

Invista em um material produzido por profissionais. Designers gráficos podem transformar suas ideias em um conteúdo de digital signage criativo e atraente, com um layout bem planejado e balanceado, o que não é uma tarefa fácil, muito menos quando estamos falando de conteúdo dinâmico. Há diversos conceitos e práticas envolvidas na criação de um layout bem-apresentado, por isso, não subestime esta ciência.

soluções de mídia OOH que incluem diversos conteúdos prontos para uso e desenvolvidos por profissionais da área de design gráfico. Há também opções que possuem ferramentas de personalização e criação de layouts, o que torna a geração de novos conteúdos muito mais ágil.

Conteúdo desatualizado

Ok, você está utilizando um conteúdo dinâmico, chamativo, e produzido por profissionais. Você conseguiu fazer com que o público do local olhe para a tela, e então os espectadores percebem que a notícia exibida é da semana passada, ou que a previsão do tempo é de ontem.

Não erre neste detalhe tão simples. Escolha um software de gerenciamento que disponibilize conteúdo de digital signage atualizado automaticamente, e que tenha parcerias com grandes portais de notícias assim como previsão do tempo, resultados de jogos e loteria, etc.

Sem chamada para a ação

do it

De que adianta exibir um conteúdo de digital signage muito bem produzido e ficar por isso mesmo? É necessário transformar o telespectador em consumidor! Por isso, é importante que, tanto o anunciante de digital signage quando o operador da rede, sempre chamem o público para uma ação, seja visitar seu site, entrar em contato por telefone, seguir nas redes sociais ou apenas mostrar a localização de sua empresa. Quem sabe estimulá-lo a fazer isto através de algum tipo de código promocional, exibido apenas nas suas telas de sinalização digital?

Além de incentivá-lo a engajar-se em um relacionamento mais próximo, é uma ótima forma de medir o retorno que suas telas estão trazendo. É fundamental deixar ao público alguma ação que poderá guiá-lo a uma possível compra.

Sem atualização remota do conteúdo

putting_pen_drive

Se a sua rede de telas é pequena, é possível que você consiga fazer a atualização dos conteúdos pessoalmente em cada local de instalação. No entanto, com uma rede maior, isso vai se tornando impossível, o que pode resultar em conteúdos ultrapassados.

Invista em uma tecnologia que permita a atualização remota dos conteúdos. Do seu computador é possível saber o que está sendo exibido e gerenciar a programação individualmente em cada tela. Com isso é muito mais difícil que o seu conteúdo de digital signage fique desatualizado.

Esperamos ter ajudado você, operador e anunciante de sinalização digital, a não cometer estes erros com seu conteúdo de digital signage.

Já escrevemos mais a respeito dos conteúdos e também da programação nos seguintes posts:

Assine nossa newsletter e nos acompanhe!

Sobre o autor

Daniane Bergamini

Sócia e Diretora de Operações da Progic. Formada em engenharia de alimentos pela UFSC com MBA em gestão industrial pela FGV.

Deixe seu comentário

9 Comentários