Mercado Orientações Primeiros Passos Tudo

Os 6 primeiros passos para começar uma empresa de Mídia Indoor

comecar uma empresa
Escrito por Daniane Bergamini

Começar uma empresa na área de mídia indoor é uma ótima oportunidade para empresários que querem começar no ramo de publicidade e tecnologia. Como já falamos anteriormente, ainda há muito espaço para novas empresas de digital signage.

Segundo dados da Associação Brasileira de MDOOH (ABMOOH), o mercado de mídia digital out of home (MDOOH) possui crescimento superior comparado às mídais tradicionais (outdoors, revistas, propagandas televisas e de rádio, etc).

Porém, mesmo em uma área em constante crescimento, começar uma empresa não é tarefa simples. É necessário muito estudo, organização, planejamento e estruturação do seu negócio para rentabilizar a empresa e obter sucesso. Para que se possa aproveitar este crescimento de mercado é necessário estruturar-se de maneira sólida para conquistar, e fidelizar, mais clientes e efetivar maiores vendas.

Neste post iremos determinar algumas diretrizes para que esta formalização seja possível e traga resultados positivos aos empreendedores que estão iniciando seu negócio neste segmento (que também servem para dar início em empresas de qualquer ramo).

1 – Fazer um Estudo de Mercado

estude o mercado

Sem dúvida este é o primeiro passo para qualquer empreendedor começar uma empresa, e não é diferente para o ramo de mídia indoor. A partir deste estudo são levantados dados que sinalizam se os investimentos realmente devem ser realizados ou não.

Nesta etapa, o empreendedor deve adquirir um maior conhecimento sobre o mercado como um todo. Os principais aspectos a serem estudados são:

  • Os fornecedores disponíveis no mercado;
  • A concorrência da região, seu tamanho, seu posicionamento e suas estratégias;
  • O mercado-alvo consumidor;
  • Dimensionamento do mercado consumidor e suas características

Quanto maior o tempo investido neste passo, mais segurança o empreendedor terá a respeito de seu negócio e das decisões estratégicas que precisam ser tomadas para o sucesso da empresa.

Este passo é fundamental e constante. O empresário deve realizar um estudo de mercado intenso antes de começar uma empresa e continuar este estudo durante toda a vida da mesma.

2 – Fazer um Plano de Negócios (PN)

Muitas vezes este passo é negligenciado por empreendedores que estão iniciando uma empresa, porém o plano de negócios deve ser o primeiro passo para estruturar oficialmente seu empreendimento de maneira objetiva, estabelecendo o mapa que irá guiar as ações desempenhadas pela sua empresa no decorrer dos anos, e o estudo de mercado realizado irá auxiliar muito na confecção do plano de negócios.

O Sebrae possui um documento referência sobre isto, chamado “Como Elaborar um Plano de Negócios”. Nele, são descritos todos os processos e itens necessários para a elaboração de um PN completo.

Enquanto ter as ideias e a visão de futuro da sua empresa na mente é muito importante, colocá-las no papel e acompanhá-las é essencial para que se possa prever situações, determinar novos rumos e atuar com foco no objetivo principal de sua empresa.

Em resumo, as perguntas que devem ser respondidas por meio do plano de negócios são:

  • Qual é o meu negócio?
  • Qual ou quais serão meus produtos oferecidos?
  • Qual será o nicho de mercado que desejo atender (clientes alvo)?
  • Qual o investimento inicial necessário e em quanto tempo conseguirei o retorno deste investimento?
  • Quais são os objetivos/metas que desejo obter com minha empresa?
  • Como e o que devo fazer para atingir meus objetivos traçados?
  • Quais cursos ou qual conhecimento devo adquirir para melhorar meu negócio?

Respondendo e detalhando estes questionamentos, você terá em mãos um plano de atividades que irá te ajudar a guiar a sua empresa. Assim, é muito importante acompanhar este plano de negócios periodicamente, analisá-lo e, se necessário, modificá-lo.

3 – Formalizar sua empresa

formalizar

Esta é uma pergunta frequente entre os empreendedores de primeira viagem. Muitas vezes a formalização da empresa é deixada de lado pelo fato de termos a impressão de que no Brasil existe muita burocracia para se abrir uma empresa.

Hoje em dia temos 2 configurações de empresa que são simplificadas justamente para auxiliar aos micro e pequenos empresários, que são:

Nestes links é possível encontrar informações das atividades que são permitidas para ambos os casos, faixas de alíquotas ou taxa fixa mensal (no caso de MEI), dentre outros.

Formalizar sua empresa amplia sua zona de atuação, visto que seus clientes finais também serão pessoas jurídicas, e ser formalizado é um requisito básico para atendê-las.

Além disto, com uma empresa formalizada você tem acesso a facilidades, como por exemplo o cartão BNDES (para compra a prazo de telas e players com juros baixo), maiores chances de aprovação de crédito para ampliação de pontos e contratação de mais serviços.

Portanto, não tenha medo da formalização, pois ela pode ser uma forte aliada na expansão dos seus negócios.

4 – Calcular o investimento inicial

Conforme mencionado anteriormente, o levantamento dos investimentos iniciais para começar uma empresa em MDOOH é um dos itens que compõe o Plano de Negócios, e a meu ver é um dos pontos mais importantes.

investimento inicial

Investimento inicial é tudo aquilo que você terá que gastar antes mesmo de abrir o seu negócio ou pelo menos no período inicial de abertura da empresa. São gastos que viabilizarão a sua entrada no mercado e são extremamente necessários para assegurar a saúde financeira e comercial de sua empresa.

Neste exercício, você deve pensar em todos os itens, desde aluguel água e luz, até equipamentos que serão necessários para disponibilização do seu produto. Com o valor do investimento inicial calculado, é possível vislumbrar e planejar os próximos passos de sua empresa.  

É importante salientar que caso hoje em dia você não tenha algum tipo de gasto como aluguel por exemplo, é importante mesmo assim colocar um valor para este item, a fim de que componha o seu custo corretamente, pois isso irá auxiliar principalmente na definição do seu preço final.

No nosso próximo post iremos disponibilizar uma planilha de custos iniciais e custos mensais para auxiliar quem está iniciando uma empresa de sinalização digital.

5 – Planejar o Fluxo de caixa da empresa

Não basta começar uma empresa de indoor mídia apenas considerando o investimento inicial, temos que levar em consideração que no decorrer do tempo teremos que controlar de perto as atividades e principalmente as finanças.

Uma ferramenta simples e essencial de controle é o fluxo de caixa. Nele, você deve controlar diariamente tudo o que entra (receitas) e tudo o que sai (despesas e custos) efetivamente do seu caixa. Nesta ferramenta você também pode fazer projeções para ter uma ideia do que irá acontecer em data futura.

planejar fluxo de caixa

Neste passo, um aspecto de extrema relevância é: não misturar finanças pessoais as finanças de sua empresa. É fundamental ter estes itens separados para que não se criem nem ilusões tampouco frustrações, pois colocando ganhos e gastos pessoais misturados a ganhos e gastos empresariais pode-se criar dados falsos e prejudicar a análise do que realmente está acontecendo com seu negócio (como por exemplo: está dando lucro ou prejuízo?)

6 – Precificar a venda dos anúncios

Com base nos levantamentos de capital inicial e despesas mensais, podemos iniciar a definição de quanto devemos cobrar pelo espaço na grade de programação para tornar a rede rentável. É necessário levar em conta também os preços e modelos já aplicados no mercado.

Conhecemos vários modelos diferentes utilizados pelos nossos clientes. Pacotes semanais, mensais, semestrais, venda por número de exibições, por faixa de horários, entre outros.

Como este é um passo de importância estratégica para o negócio, e uma dúvida constante dos nossos clientes e contatos, vamos fazer um post dedicado a este assunto. Iremos mostrar os modelos de venda mais utilizados no mercado e preparar uma planilha para auxiliar na construção da precificação de seus anúncios. Assine nossa newsletter e nos acompanhe.

Disponibilizamos também a Planilha de Gestão da Operação de MDOOH com modelo de negócio de vendas de anúncios. Nesta planilha, é possível criar uma tabela de preços com contrato de duração mensal, semestral e anual e com três tamanhos de vinhetas: 10 segundos, 15 segundos e 30 segundos. Clique no link abaixo e faça o download da planilha:

baixe-a-planilha-de-gestao-da-operacao


Por meio desses 6 passos, é possível começar uma empresa de mídia indoor de maneira sólida e conquistar uma gama de clientes muito maior. E para você que já tem sua empresa aberta estas dicas também são válidas para profissionalizar seu negócio e manter o controle e planejamento em dia.

Realizando estes passos, você estará no caminho certo para o sucesso de sua empresa, e então, poderá se dedicar aos outros aspectos de seu negócio, como por exemplo, a negociação do espaço para instalar suas TVs, onde instalar e qual o tamanho certo das telas, e como formalizar suas vendas.

Portanto, é hora de arregaçar as mangas, fazer o plano de negócios, estruturar sua empresa e aproveitar este mercado em ascensão.

Bons negócios e até a próxima!

Sobre o autor

Daniane Bergamini

Sócia e Diretora de Operações da Progic. Formada em engenharia de alimentos pela UFSC com MBA em gestão industrial pela FGV.

Deixe seu comentário

3 Comentários